Observatório Social será integrado com Campo Alegre e Rio Negrinho

Publicado para | Secundário em 27 de julho de 2015 17:16

Dando continuidade aos trabalhos do Observatório Social, na tarde de ontem, os integrantes se reuniram com os Presidentes da Associação Empresarial de Rio Negrinho (Acirne), Altair Ruthes e Associação Empresarial de Campo Alegre (Aciaca), Ingo Alandt. O encontro que ocorreu na sede da Associação Empresarial de São Bento do Sul (Acisbs) trouxe como ideia a regionalização do projeto.

A previsão é que até março já esteja em funcionamento a sala do Observatório, que contará com o apoio de Universidades. O Presidente Osmar Mühlbauer destacou as parcerias que estão sendo feitas. “Agradecemos a Acisbs por ceder uma sala para o funcionamento do projeto e a participação das Associações. Já realizamos visitas em algumas Universidades e o retorno foi muito positivo referente aos trabalhos que iremos desenvolver. O momento é muito oportuno e estamos caminhando com calma para que o processo ande corretamente”, disse.

Por meio de uma videoconferência, a Diretora Executiva do Observatório Social do Brasil, Roni Enara, explicou todo o funcionamento, a metodologia que se baseia em cinco programas e tirou dúvidas dos integrantes, citando exemplos. “Atualmente acompanhamos os trabalhos de mais de 80 prefeituras no país. O nosso propósito é analisar informações que são públicas, contando com o apoio por exemplo do Portal da Transparência. A postura do Observatório é de contribuir agindo de forma preventiva e não ser um caçador de corruptos. Queremos que o processo caminhe de forma correta e temos meios para buscar soluções. Os participantes possuem um código de conduta e também estimulamos o trabalho voluntário”, explica.

Segundo ela, os resultados pelo país já são expressivos, mas os trabalhos são a longo prazo. “Já possuímos exemplos de Observatórios Regionais tanto no Paraná quanto em Santa Catarina. Agradeço a forma como estão sendo conduzidas as ações nesta região e todo o apoio. Todos os programas contam com manuais, planejamentos e treinamento”, relata.

Osmar frisou que o projeto traz a análise de trabalho em conjunto buscando transparência na aplicação de recursos públicos. “Estamos aqui para contribuir de alguma forma com esta educação fiscal, criando a consciência. Temos todo o suporte e metodologia do Observatório Social do Brasil e queremos colaborar”, finaliza.

ObservatórioSocial de São Bento do Sul

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. A Rede OSB é formada por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.